Introdução à Série Mística

Nossa abordagem sobre autoconhecimento, vai além das reflexões sobre como podemos descobrir nossos pontos fortes e fracos.

Pregamos que cabe a cada um de nós a melhoria contínua do SER, este composto por corpo, mente, alma e sombra.

Isso implica em ação e transformação.

Sendo assim, para nos tornarmos seres integrais em evolução constante, cabe cuidarmos, acolhermos e desenvolvermos nossa espiritualidade.

Colocamos aqui espiritualidade como uma condição humana individual e não ligada a religiosidade, isto é, uma pessoa espiritualizada (que cuida do seu desenvolvimento espiritual) não necessariamente é religiosa e vice-versa.

Com este post estamos iniciamos a Série Mística para a Maria Te Viu, chamamos assim por abordarmos assuntos ligados a espiritualidade, que para muitos ainda é misterioso.

Traremos elementos que ajudarão você a se conhecer melhor e apoiar à sua busca evolutiva como ser integral.

Afinal o que são Chakras?

São centros de energia localizados em nosso corpo sutil (em breve falaremos sobre), temos muitos, porém trabalhamos com os 7 principais.

Estes centros são espiralados, e o nome em sânscrito Chakras pode ser traduzido como “rodas de luz”.

Os chakras são conhecidos e trabalhados desde a antiguidade, originado na cultura hindu que remonta a cerca de 5 mil anos e registrado nos Vedas, textos sagrados.

Reconhecidos no Taoismo, Cabala, Sufismo, civilizações Inca e Maia, Xamanismo, Teosofia, Kardecismo e outros, ainda precisamos divulgar para conhecimento da maioria da população.

O equilíbrio deles é essencial para mantermos uma boa saúde emocional e física.

Cada um deles está relacionado à glândulas, órgãos e ações físicas, mentais, emocionais e espirituais.

Dependendo do nosso estado geral, fazendo uma autoanálise, podemos identificar qual chakra está em desequilíbrio e trata-lo.

Como trabalhamos os Chakras?

Existem vários caminhos, o que mais me identifico é a meditação, ela é prática, pode ser feita a qualquer momento, de forma isolada ou em grupo e de fácil aprendizagem. Você não depende de ninguém para meditar, apenas de você.

Outras técnicas são a Yoga, Reiki, cromoterapia, acupuntura, prana, shiatsu, tai chi, chi kung, aromaterapia, terapia do som, mantras, radiônica, essências florais, cura espiritual, relaxamento, reflexologia, cinesiologia, cristais, etc.

Estes apontam qual chakra precisa ser equilibrado e fornece técnicas para a cura.

Quais são os 7 principais Chakras?

maria-te-viu-chakras

1. Básico ou Muladhara

Primeiro dos sete chakras, é o mais denso de manifestação e é a base da vida.

Pétalas: 4 = alegria, prazer natural, deleite no controle das paixões e felicidade na concentração
Cor: vermelho
Elemento: terra
Sentido corporal: olfato
Glândula endócrina: testículo/ovário
Questão principal: sexualidade, luxúria, obsessão
Localização física: entre o ânus e os genitais, abrindo-se para baixo
Área espinhal associada: quarta vértebra do sacro
Plexo nervoso: sacrococcigeo
Aspecto interno: ligando as energias espirituais à Terra
Ação física: sexualidade
Ação mental: estabilidade
Ação emocional: sensualidade
Ação espiritual: segurança
Bija mantra: LAM

Qualidades: inocência e sabedoria.

2. Sacro ou Svadisthana

Na tradição tântrica é chamado de “a namorada mais doce de alguém” ou “o lugar próprio de alguém”.

Pétalas: 6 = simboliza a conexão secreta com o elevado Sexto Estado de Consciência que é para onde estamos evoluindo
Cor: laranja
Elemento: água
Sentido corporal: paladar
Glândula endócrina: glândula suprarrenal
Questão principal: relacionamentos, violência, vícios
Localização física: parte superior do osso sacro baixo do umbigo
Área espinhal associada: primeira vértebra lombar
Plexo nervoso: do sacro
Aspecto interno: sentimento
Ação física: reprodução
Ação mental: criatividade
Ação emocional: alegria
Ação espiritual: entusiasmo
Bija mantra: VAM

Qualidades: criatividade, pura atenção, puro desejo, puro conhecimento.

3. Plexo Solar ou Manipura

Tradicionalmente localizado no umbigo, muitos acreditam ser um chakra secundário e distinto.

Pétalas: 10 com um triângulo apontado para cima, representando o fogo
Cor: amarelo
Elemento: fogo
Sentido corporal: visão
Glândula endócrina: pâncreas
Área espinhal associada: sétima e oitava vértebra torácicas
Questão principal: poder, medo, ansiedade, introversão
Localização física: entre o umbigo e a parte inferior do esterno
Plexo nervoso: plexo solar
Aspecto interno: opinião e poder pessoal
Ação física: digestão
Ação mental: poder
Ação emocional: expansividade
Ação espiritual: crescimento
Bija mantra: RAM

Qualidades: busca, paz, generosidade, satisfação, atenção pura, cuidar dos outros.

4. Cardíaco ou Anahata

Dentro do coração reside o Espírito, quando nosso coração está aberto sentimos a pura alegria do coração.

Pétalas: 12 = representam a luxúria, fraudulência, indecisão, arrependimento, esperança, indecisão, arrependimento, esperança, ansiedade, anseio, imparcialidade, arrogância, incompetência, discriminação e uma atitude de desafio
Cor: verde/rosa
Elemento: ar
Sentido corporal: tato
Glândula endócrina: timo
Questão principal: paixão, ternura, questões da criança interna e rejeição
Localização física: no centro do peito, no esterno
Área espinhal associada: quarta vértebra torácica
Plexo nervoso: coração
Aspecto interno: amor incondicional e compaixão
Ação física: circulação
Ação mental: paixão
Ação emocional: amor
Ação espiritual: devoção
Bija mantra: YAM

Qualidades: alegria, compaixão, senso de segurança, amor, responsabilidade.

5. Laríngeo ou Vishuddha

Corporifica as qualidades da nossa comunicação com os outros, quando ela desperta percebemos um maior auto respeito.

Pétalas: 16 = a primeira representa o Pranava (mantra OM/AUM), as 7 seguintes os mantras e as 8 últimas ao néctar e aos 7 tons musicais
Cor: turquesa
Elemento: éter/akasha
Sentido corporal: audição
Glândula endócrina: tireoide/paratireoide
Questão principal: auto expressão, comunicação e vontade
Localização física: entre a clavícula e a laringe, no pescoço
Área espinhal associada: terceira vértebra cervical
Plexo nervoso: gânglios cervicais
Aspecto interno: expressão
Ação física: comunicação
Ação mental: pensamento fluente
Ação emocional: independência
Ação espiritual: segurança
Bija mantra: HAM

Qualidades: doçura na comunicação, diplomacia, coletividade, desapego, auto-respeito e respeito pelos outros, relação irmão/irmã.

6. Terceiro Olho ou Ajna

Quando nos associamos plenamente com ele, somos capazes de ir além da mente, de todos os seus desejos e anseios.

Pétalas: 96 = somente duas são representadas, envolvendo 48 de cada lado, representa a dualidade presente em todas as coisas
Cor: azul-escuro
Elemento: espírito
Sentido corporal: percepção extra-sensorial
Glândula endócrina: pituitária
Questão principal: equilíbrio do eu superior/inferior e confiança na intuição
Localização física: centro da testa
Área espinhal associada: primeira vértebra cervical
Plexo nervoso: hipotálamo
Aspecto interno: intuição
Ação física: visão
Ação mental: memória
Ação emocional: clareza
Ação espiritual: meditação
Bija mantra: OM

Qualidade: perdão.

7. Coronário ou Sahasrara

Lugar da pura consciência.
Pétalas: 1.000 = associado ao pensamento Divino e à iluminação
Cor: violeta/dourado
Elemento: espírito
Sentido corporal: todos os sentidos
Glândula endócrina: pineal
Questão principal: sabedoria interna e morte do corpo
Localização física: topo da cabeça
Área espinhal associada: nenhuma
Plexo nervoso: córtex cerebral
Aspecto interno: liberação do karma
Ação física: meditação
Ação mental: consciência universal
Ação emocional: o estado de existir
Ação espiritual: unidade por meio da consciência transcendental
Bija mantra: OM

Qualidades: alegria profunda, consciência sem pensamentos, união com o Divino.

Os Chakras e a prática meditativa

Meditar é o caminho mais fácil para alcançar o equilíbrio dos chakras através do autoconhecimento.

Seu corpo e mente “falarão” através de insights, sonhos e dores, e poderão relacionar tudo isso ao chakra corresponde acima descrito.

Reconheça e cuide de seus chakras, aqui está um dos principais pilares do desenvolvimento espiritual.

“Se as portas da percepção estiverem limpas tudo aparecerá para o homem como é: infinito.”

William Blake

Referências

A Bíblia dos Chakras, de Patricia Mercier, Ed. Pensamento
Sahaja Yoga, Guia para Iniciantes
Mãos de Luz, Um Guia para Cura através do Campo de Energia Humana, 
de Barbara Ann Brennan, Ed. Pensamento

CONTE SUA HISTÓRIA PARA A MARIA TE VIU!

COMENTE

Por favor, digite seu comentário

Por favor, digite seu nome aqui