O amor em nós nos torna “luz”!

Que irradia de dentro para fora, por isso a grande importância de trabalharmos o autoconhecimento, e voltarmos a nos conectar com nossa essência Divina.

Normalmente vivemos pelo nosso externo: pessoas, lugares, crenças e situações, e aprendemos conforme nossas possibilidades.

Quando estamos pelo externo, não somos responsáveis por nada, tudo pode acontecer, tanto a luz como a sombra estão lá, isso faz parte no nosso planeta, e neles navegamos.

A luz é onde mora o amor e a sombra é onde moram nossos traumas, medos e culpas, e é onde responsabilizamos alguém ou algo por nossas mazelas…

A sombra não é nada por ela mesma, é somente a ausência de luz. Quando conseguimos crer verdadeiramente nisso, já damos o primeiro passo para a busca em nos conectarmos somente com a luz.

Só há uma maneira de nos livrarmos da sombra, da ausência de luz, é voltarmos nossa atenção e nossa presença para nós mesmos. Silenciarmos e entrarmos em contato com nossa essência, isto é, trabalharmos o autoconhecimento.

Com o conhecimento de nós mesmos, vem o respeito, a responsabilidade e o entendimento que tudo, tudo mesmo, acontece de dentro para fora.

Quanto mais nos afastamos de nós mesmos, mais estamos distantes do amor e da luz e mais próximos da sombra, pois somos amor na essência.

“Separados do amor, estamos separados de Deus. Separados de Deus, estamos separados de nós mesmos. E, separados de nós mesmos, ficamos insanos.”

Marianne Williamson – Livro Efeito Sombra

Quando nos encontramos, identificamos nossa sombra e nos deparamos com nossos traumas, medos e culpas, temos que nos acolher e ter autocompaixão.

Autocompaixão e paciência, só “curaremos” estas questões, pelo amor, amor a nós mesmo e muita, muita persistência.

É aí que nos entregamos às mudanças, que devem ser conscientes, planejadas e consolidadas pelos hábitos.

Muito teórico para você? Ainda sem sentido?

Não acredite no que escrevo, viva a experiência, tire para você meia hora por dia, de preferência logo após seu café da manhã.

Fique num lugar onde não poderá ser interrompido, coloque uma música relaxante e silencie, de preferência praticando a meditação.

Na sequência ore, comece pela gratidão, passe pelo perdão e termine pedindo pela proteção.

Durante o dia, se observe, faça as coisas com atenção, com presença!

Caminhe no amor, seja responsável e empático, medite, ore e perdoe, principalmente a si mesmo!

CONTE SUA HISTÓRIA PARA A MARIA TE VIU!

COMENTE

Por favor, digite seu comentário

Por favor, digite seu nome aqui