Possível? Absolutamente sim!

Olhar no espelho e perceber que ali estamos nós, passando cremes, que deveríamos ter começado há muito tempo.

Tingindo fios brancos dos cabelos, que teimam em nascer só na parte da frente, claro eles nunca nascem escondidos na nuca, é como de propósito para todos verem.

Percebendo algumas marcas, rugas e achando que o tempo passou rápido demais.

E nesse momento nos olhamos nos olhos, nos olhamos de verdade e vemos ali nós mesmas. Nós com 10, 20, 30, 40, 50, 60 anos… e sorrimos. Isso mesmo, sorrimos com todas nossas recordações e lembranças de nossa jornada.

Somos nós com tantas coisas vividas, com tantas histórias, com tantas lembranças e tanta vida vivida.

Lembranças que nos atropelam e nos fazem derramar lágrimas, soltar risadas, dar longos suspiros e tudo isso nos trazem saudades.

Fizemos tantas bobagens, mas com certeza muito mais acertos, nossa!!!!! Montanhas deles.

E ficamos ali com tantos sentimentos, olhando nossos corpos no espelho, nos explorando com carinho e nos reconhecendo, nos percebendo. Por vezes não estamos daquele jeitinho que gostaríamos, e nesse momento lembramos tudo que nos trouxe até aqui, é quando vem a certeza e a sensação do VALEU!!

E com os olhos brilhando de alegria e um super sorriso nos lábios sabemos que temos muito a fazer ainda, que a estrada é longa, cheia de possibilidades, de sobe e desce, muito mais de alegrias do que tristezas e cheia de aprendizados e aí e percebemos.

Depois destas reflexões diante ao espelho, voltando à realidade, quando o tempo de descanso da tinta nos cabelos já se completou.

Hora de lavar os cabelos, colocar um batom e VIVER!!

Temos tanto a fazer e tantas histórias para construir. E uma urgência toma conta de nós, pois temos pressa para sermos cada vez mais felizes.  Observe o horizonte ele é infinito. Que delícia!!!!!!

 

Quer ler mais sobre maturidade? Sugerimos nosso artigo: O sábio do platô.

 

CONTE SUA HISTÓRIA PARA A MARIA TE VIU!

 

 

COMENTE

Por favor, digite seu comentário

Por favor, digite seu nome aqui