Esta frase não é minha, ouvi de uma amiga, se referindo a outra amiga que ouviu de outra amiga! Hahah, normal…

Confuso? Não importa!

O que importa foi o sentido que teve para mim assim que ouvi: “Tire seus lenços coloridos da gaveta! ”

Na hora veio uma cachoeira de pensamentos à mente… Quantos lenços coloridos será que tenho na minha gaveta?

Antes de tirá-los, preciso saber se os tenho!

Ufa!

Chegando em casa, pude constatar que no meio dos cinzas, brancos, pretos e marrons existem sim, os vermelhos, azuis, verdes e até amarelos.

Então me senti viva, com minha energia feminina presente, senão ativada, mas pelo menos ali, disponível.

Quanto tempo estão ali? Por que não os uso mais?

O tempo é tão relativo, parece que foi ontem que descuidei do meu feminino, mas foi a mais tempo, nos tempos que rotulava de “tempos de conquista”.

Sendo assim, não os uso por que não quero conquistar!? Quanta bobagem, quantos pensamentos pequenos, mas que me afetam tanto.

maria-te-viu-lencos-coloridos

Quantas reflexões, enquanto ao mesmo tempo me imagino flutuando, com um sorriso largo no rosto iluminando pelo sol, a girar ao ar livre com o vento balançando lenços de múltiplas cores que dançam em torno do meu rosto, do meu corpo, da minha alma!

Bailam todas as cores enquanto me sinto cada vez mais viva como mulher!

É o mesmo efeito do batom vermelho, do perfume autentico, do sapato novo, da pequena joia recebida como presente de alguém especial, da lembrança do primeiro beijo…

Que venha o feminino, mesmo no meio dos escritórios de concreto cinza, nas obras de terra marrom, das casas sempre limpas e pintadas de branco e dos caminhos negros que por vezes percorremos.

Que venha o feminino em cores a enfeitar e iluminar nossos corpos, refletindo o que temos na alma.

Almas livres, de mulheres que são hoje o que desejaram ser ontem e planejam hoje o que certamente conquistarão amanhã.

Não ocultemos o sagrado feminino em gavetas em nome de conquistas, podemos ter os dois, podemos ser a Mãe Terra e a guerreira, a mente criativa e a inovação!

Que as energias se complementem, que ambas sejam importantes e consideradas para que nunca mais os lenços coloridos durmam em gavetas.

Bailem, sempre!

CONTE SUA HISTÓRIA PARA A MARIA TE VIU!

COMENTE

Por favor, digite seu comentário

Por favor, digite seu nome aqui