O que ando fazendo para conquistar meus desejos

Tem assunto que passa pela minha vida em espiral, isto é, várias vezes e em cada uma delas já não sou mais a mesma pessoa.

A questão de desejar e colocar intenção é uma delas, venho me testando em relação a isso, afinal, o poder da atração realmente funciona?

Vale a pena visualizar algo que quero e me apegar a isso até conseguir? Vibrando com fé e cheia de expectativa?

A prática vem me mostrando que a intenção é importante, mas não é somente isso.

Quais são meus argumentos?

1. Quando desejo algo e penso constantemente nisso eu sofro, me gera ansiedade e gasto muita energia firmando pensamentos positivos.

2. O apego a um desejo é limitante. Tendemos a focar numa única possibilidade para conquistar o que queremos e “fora do mundo de considerações só existem possibilidade”, como diz um grande amigo.

3. A nossa intenção é apenas um elemento para a conquista. Como estamos vibrando? Será que nossa energia é condizente com o que queremos? E com isso, será que merecemos? Qual esforço e amor que tenho investido para que aconteça?

4. O que eu sou determina o que eu tenho e não ao contrário!

“Aceitar o que é, sem esperar que mude, dando o meu melhor.”

Como eu faço?

Tenho experimentado e convivo com pessoas que vêm fazendo o mesmo, e estamos obtendo resultados. Até que me provem o contrário, ou melhor, que me prove o contrário, o método abaixo funciona.

Quando desejo algo, primeiro confiro se está alinhado ao meu propósito de vida e objetivos.

Depois visualizo o que quero como se estivesse acontecendo agora, no presente, mergulho fundo nisso, procurando sentir verdadeiramente com todos os meus sentidos.

Agradeço com muito amor e fé a conquista do meu desejo e, o ponto alto, desapego.

Isso mesmo, desapego, não fico pensando a todo instante no meu desejo, deixo nas mãos do Universo.

E mais….

Isso não tem nada a ver com falta de persistência, muito pelo contrário, o grande esforço que devo ter é o de SER.

Começo a me comportar e planejar como uma pessoa que já conquistou…

Exemplo? Coloquei a intenção de ficar mais saudável e mais disposta e, se possível, ainda perder uns quilinhos.

O que fiz? Observei quem conheço que é assim, saudável e esbelto, fiquei atenta e fiz várias perguntas a eles sobre comportamento.

Saí com uma lista de coisas que fazem habitualmente e principalmente, como são!

Comecei a me comportar como um deles, não é fácil, muitas coisas tenho dificuldade e tenho que colocar objetivos intermediários.

Todos os dias agradeço pelo meu novo corpo nas minhas orações matinais e comemoro as pequenas conquistas.

Faz sentido para você?

“Quando se busca é perdido. Quando se aceita, é alcançado.”

Pandora Treinamentos

COMENTE

Por favor, digite seu comentário

Por favor, digite seu nome aqui