E eu só sei de mim, saber disso já é tanta coisa….

É ter consciência de nós como somos, o que pensamos, do que queremos, como queremos, é conseguir perceber que não somos alma gêmea de ninguém, não somos metade da laranja, somos inteiras e que apesar de estarmos em evolução sempre apenas SOMOS.

E dar conta disso já é uma montanha de coisas, de trabalho, de autoconhecimento, de luta pela sobrevivência, de luta para ser feliz.

E esse é o ponto!

Por que cargas d’água então temos que cuidar tanto da vida dos outros.  Não queremos ninguém dando palpite em nossas vidas, mas adoramos dar palpite na vida de filhos, maridos, netos, amigos e por aí vai.

A consciência de que cada um é um trás consigo mais liberdade e tranquilidade.

Começamos a ter percepção de que outro é problema do outro, e isso é libertador.

Não estou dizendo aqui que não devemos educar, aconselhar, acompanhar quem amamos e quem nos é querido, mas sim que podemos amparar, mas não os substituir em suas decisões.

Suas opções de vida são como as nossas, nós escolhemos, e junto com elas vem as responsabilidades e as consequências de tudo aquilo que fazemos.

Faça sugestões, mas não dê ordens!

Devemos aprender a cada dia, e tenham certeza não é fácil, mas é tranquilizador.

Claro que podemos e devemos dar nossas opiniões, mas devemos ter consciência que são só opiniões e são as NOSSAS opiniões. As pessoas precisam ser livres para ter as suas, e podem ter certeza que vai ser diferente do que pensamos, mas eles têm esse direito certo?

Tudo que pensamos, queremos, esperamos, é único, é nosso, mediado por nossas experiências e nossas vivencias pessoais, então não adianta querer impor ao outro nosso modo de pensar.

O meu jeito é só o MEU jeito

A percepção de que tudo é um processo de evolução e que estamos nessa busca constante nos permite perceber cada vez mais que cada um é um.

Seu filho não te escuta? Você o aconselhou? Tenha certeza é o máximo que podemos fazer.

Seu marido continua no caminho que você não concorda? Você o avisou? Não tem mais nada que você possa fazer.

Não insista, é um enorme desgaste.

Nem sempre o nosso caminho é o melhor para aquilo que cada um precisa aprender.

Liberte-se da preocupação exagerada, viva a sua vida e faça ela acontecer da melhor maneira que você puder, pensando em você e desejando ao outro muita luz e realizações.

CONTE SUA HISTÓRIA PARA A MARIA TE VIU!

 

COMENTE

Por favor, digite seu comentário

Por favor, digite seu nome aqui