Muito além do “silenciar a mente”

Há cerca de 10 anos comecei a meditar, hoje é ferramenta fundamental de equilíbrio na minha vida, por isso recomendo!

Quando comento que sou praticante de meditação, a maioria das pessoas reagem dizendo: não consigo meditar, de jeito algum, este negócio de não pensar não dá certo.

Porém, algumas pessoas se interessam, ou porque também são praticantes ou porque querem experimentar e entender quais são os benefícios na prática.

Para estas pessoas, que despertaram sua curiosidade para a meditação, aponto os 10 principais motivos que me fazem permanecer na prática.

Vamos para os motivos

  1. Estado de presença – capacita a observar experiências de uma maneira não-reativa, melhorando a percepção e o foco. Observar, sem julgamento ou juízo de valores, permite a compreensão de que os pensamentos e sentimentos são passageiros.
  2. Mais empatia e compaixão pelas pessoas – diminuí a emoção negativa, melhorando a resposta ao sofrimento do outro.
  3. Reduz o stress e aumenta o bem-estar – amplia a defesa do organismo e com isso equilibra, corpo, mente e alma.
  4. Melhora a saúde e longevidade – estudos apontam, que o aumento significativo da enzima telomerase, que age diretamente sobre as células do sistema imunológico, é o responsável por promover a longevidade nas células.
  5. Propósito de vida – ver a vida como significativa, valiosa e alinhada com metas e valores de longo prazo.
  6. Controle percebido – aumento do controle sobre a vida e arredores.
  7. Diminuí o risco de doenças cardíacas – devido ao relaxamento proporcionado e desaceleração e da diminuição da oxigenação no corpo.
  8. Alívio das dores crônicas – além do relaxamento, aprender a encarar a dor e não deixar que ela o limite, aprender a não sofrer com a dor.
  9. Ansiedade e síndrome do pânico – ajuda a pensar de forma mais racional e a encarar os problemas sem julgamentos, dando para eles o tamanho que eles têm.
  10. Aumento da sensação de felicidade – pois ocorre aumento na produção de endorfina.

Logicamente, tudo isso colabora significativamente no meu desenvolvimento pessoal e espiritual.

São benefícios que se colhe com a prática continuada da meditação, que pode ser realizada dentro de diversos métodos e formatos, sendo seus benefícios semelhantes.

Atenção! Nenhum tratamento médico deve ser abandonado pela prática da meditação, ela deve se dar como uma pratica complementar.

Sou apaixonada por meditação, paratico e estudo continuamente, convido você a experimentar.

Abaixo algumas referências, incluindo pesquisas científicas.

“Por isso não aceite uma informação apenas porque alguém afirmou ser verdade, mas apenas se essa informação encontrar eco em sua própria consciência. E quando isto ocorrer, você deverá agir de acordo com o que acredita.”

Marcos Netter. Respiração e Poder Mental – Pranayama, relaxamento e meditação

Referências: 

(1) The Shamatha Project, Center for Mind and Brian
(2) Judson Brewer, mindful addiction doctor – A simple way to break a bad habit
(3) The Lazar Lab, Harvard University
(4) David DeSteno – The Morality of Meditation

CONTE SUA HISTÓRIA PARA A MARIA TE VIU!

COMENTE

Por favor, digite seu comentário

Por favor, digite seu nome aqui